segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

- Apenas lá.

trancar o dedo numa porta dói. bater com o queixo no chão dói. torcer o tornozelo dói. um tapa, um soco, um pontapé, dói. bater a cabeça na quina da mesa, dói. morder a língua, dói. cárie e pedra no rim também doem. mas o que mais dói é saudade...

espero que para mim e para você, o amor ainda vida. Viva naquele pedaçinho do coração sabe? que ali ninguém substitui, pisa, toca ou quebra. é lá que estaremos eternamente juntos. apenas lá.

5 comentários:

Mê Amaral disse...

Tiiiiu (:

desisti de desativar meu blog
hauahauha

xD

e como seempre seu post ta MARA
aushsuhduash

beeeijo queriidão

Jotta disse...

O bacana é perceber que mesmo em meio a tanta patologia a esperança brota feito uma semente da resistencia, bravia, incomoda...
"Que bela cosa"

bços

Camila :) disse...

eeeu sei muito bem como a saudade dói,eh saudade de amor, saudade de amigos e por aí vaai!!
gosteei do blog

bejoos

Ed Anjos (y) disse...

a saudade dói. e como ...
saudades suas.
(sacou o clima ? )

Tatah Marley's Confissões disse...

Meu Deus, que LINDO!
x))
que declaração perfeita!
feliz 2009!